Fim de semana no Cariri com três homicídios, três mortes no trânsito, por afogamento e choque

“Bia” morreu num acidente com moto em Brejo Santo, Ronaldo em Mauriti e João Victor por afogamento em Caririaçu (Reprodução/Redes sociais)

Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, os corpos são de Nova Olinda, Juazeiro, Brejo Santo, Crato, Mauriti e Caririaçu com três mortes no sábado e outras seis no domingo.

Subiu de cinco para nove o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram três homicídios, mais três em acidentes de trânsito e mortes por engasgamento, descarga elétrica e afogamento. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, dois corpos de Nova Olinda, outros dois de Juazeiro, mais dois de Brejo Santo e os demais de Crato, Mauriti e Caririaçu com três mortes no sábado e outras seis no domingo.

Por volta das 16 horas de sábado o flanelinha Almir de Freitas Silva, de 30 anos, que residia na Avenida Ailton Gomes (Lagoa Seca) em Juazeiro, morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri. Ele estava internado desde o dia 27 de junho quando foi lesionado a tiros perto de sua casa. O mesmo era usuário de drogas e tinha várias passagens pela polícia por crimes de furtos simples, arrombamentos, roubos, falsidade ideológica e violência doméstica quando ameaçou sua ex-companheira com um estilete.

Já às 20 horas o aposentado Joaquim Maciel de Melo, de 91 anos, que residia na Rua José Pio de Oliveira no centro de Altaneira, morreu engasgado enquanto se alimentava. O fato aconteceu num dos leitos do Hospital São Raimundo em Crato, onde o idoso estava internado. A última morte por engasgamento no Cariri tinha acontecido em Porteiras no dia 23 de abril vitimando o bebê Gefferson Caleu dos Santos Sousa, de 2 meses, o qual regurgitou mingau e se engasgou.

Cerca de uma hora e meia depois, ainda no sábado, o agricultor Ronaldo dos Santos Mendonça, de 22 anos, que residia no Sítio Jatobá na zona rural de Mauriti, morreu ao cair de sua moto. Ele trafegava uma Honda CG 125 Fan KS de cor vermelha pela estrada de acesso ao Distrito de Palestina quando desequilibrou e caiu morrendo em frente ao Shop Motel.

Às 03h30min deste domingo a polícia de Nova Olinda soube que três homens estavam arrombando uma loja de móveis no centro de Nova Olinda e uma patrulha foi ao local já encontrando o trio na Rua 14 de abril perto do Cemitério. Um deles atirou nos PMs que revidaram causando a morte de uma pessoa identificada apenas por “Ramon”, enquanto “Lelê” fugiu com uma arma e Carlos Eduardo Pereira de Lima, de 18 anos, foi preso com um “pé de cabra”.

Quatro horas após foi encontrado o corpo de José de Lima Silva, de 41 anos, que era conhecido por “Zé Testinha” e residia no bairro Vila Alta em Nova Olinda. O cadáver estava num terreno baldio, próximo a um matagal por trás de uma torre de telefonia celular. O mesmo costumava ingerir bebidas alcoólicas e não tinha retornado para casa, sendo encontrado não muito distante de sua residência e apresentando perfurações a golpes de faca e uma suposta pedrada na cabeça.

Por volta das 8 horas um acidente com vítima fatal ocorreu na estrada do Sítio Passagem de Pedra em Brejo Santo no caso a colisão entre uma Caminhonete D-20 de cor azul e uma moto Honda de cor vermelha. No local morreu o agricultor Antonio Mendes de Almeida, de 53 anos, que residia no Sítio Compra Fiado e pilotava a moto, enquanto o garupeiro sofreu fratura na perna e terminou socorrido pelo SAMU ao Hospital Regional do Cariri em Juazeiro.

Em torno de uma hora depois o eletricista Francisco Cícero Figueiredo, de 61 anos de idade, morreu enquanto fazia reparo na rede elétrica de uma fábrica que funciona no bairro Lagoa Seca em Juazeiro. Ele morava na Rua José de Sá Barreto Garcia do Conjunto Nossa Senhora de Fátima em Barbalha e morreu no local sem tempo para socorro médico hospitalar.

Já às 16 horas mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Juazeiro retiraram das águas de açude no Sítio Genipapeiro em Caririaçu o corpo de João Victor Ferreira Borges, de 22 anos, que residia em São Paulo. Ele viera à Caririaçu com o seu pai rever familiares e se ofereceu para olhar o gado com um amigo numa área próxima. A caminho, parou no açude para tomar banho e o amigo seguiu adiante. No retorno por volta das 13 horas, este viu apenas as roupas e pertences de João Victor às margens do manancial quando percebeu que tinha se afogado.

Duas horas após, ainda no domingo, colisão de motos na CE-397 deixou uma garota morta e dois rapazes feridos. O acidente aconteceu no Sítio São Bento em Brejo Santo, onde faleceu a garota Ana Beatriz de Sousa, de 13 anos, a “Bia” que morava no Sítio Aroeiras em Mauriti. Ela trafegava na garupa de uma moto pilotada por Francisco Romão de Souza, de 30 anos, também residente no Sítio Aroeiras, e a outra moto era guiada por José Gilmar Jorvino dos Santos, de 22 anos, residente no Sítio São Bento, sendo ambos socorridos ao Hospital Regional do Cariri em Juazeiro.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !