Cadáver encontrado numa cisterna no Cariri após quatro dias desaparecido em Jardim

Corpo estava dentro de uma cisterna perto de sua casa no Sítio Serra Gravatá em Jardim (Reprodução/Redes sociais)

O corpo de um homem que estava desaparecido desde a última quinta-feira, dia 1º de julho, foi encontrado por familiares no final da manhã desta segunda-feira dentro de uma cisterna. O agricultor Francisco David de Sousa Gomes, de 40 anos, residia no Sítio Serra Gravatá a uma distância média de 10 Km para o centro de Jardim na região do Cariri, e morreu afogado no reservatório.

Desde que ele desapareceu, familiares estavam à procura quando decidiram olhar a cisterna e viram algo estranho submerso sem uma visualização clara. Foi preciso retirar boa parte da água para concluir que se tratava do corpo de um ser humano e acionaram a polícia. Uma patrulha do Destacamento Militar de Jardim com o Sargento Barros e os Soldados Rodrigues e Ednaldo esteve no local adotando as providências.

Uma delas foi acionar o Corpo de Bombeiros de Juazeiro para a retirada do cadáver a fim de ser recolhido pelo rabecão que o trouxe com o objetivo de ser necropsiado na Pefoce do Cariri. O Perito Criminal, Raimundo Pequeno, também esteve no local e familiares disseram que Francisco David era um homem depressivo o qual até já tinha tentado o suicídio certa vez.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !