Presos no Cariri criminosos do PCC de São Paulo refugiados em Araripe

Dupla foi presa na tarde desta quinta-feira na zona rural de Araripe (Reprodução)

Segundo o Tenente-Coronel Victor Emanoel, Comandante da Companhia Militar de Campos Sales, a dupla está recolhida à cadeia pública de Juazeiro à disposição da justiça paulista.

Dois homens acusados de crimes e membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) de São Paulo foram presos na zona rural de Araripe. O cumprimento dos mandados judiciais expedidos pela justiça de São Paulo foi por volta das 18 horas desta quinta-feira no Distrito de Pajeú em Araripe. Segundo o Tenente-Coronel Victor Emanoel, Comandante da Companhia Militar de Campos Sales, a dupla está recolhida à cadeia pública de Juazeiro à disposição da justiça paulista.

Emerson da Silva Gitirana, de 21, e Rafael Nonato da Silva, de 24 anos, foram presos por patrulhas da PM de Araripe, Potengi e Campos Sales com o Subtenente Haroldo, os Sargentos Airton, R. Costa, Ramiro e Iranildo, os Cabos Fabrício, Jota Paulo e Castro e os Soldados Palmeira e Wedson. Emerson é natural de Araripe e responde por crimes em São Paulo.

Ele abandonou o regime semi-aberto não mais comparecendo ao Centro de Progressão Penitenciária Edgar Magalhães Noronha de Tremembé (SP) e foi preso juntamente com um comparsa que estava na sua companhia e sem documentos. Depois, os policiais descobriram tratar-se de Rafael Nonato da Silva, contra quem existia outro mandado de prisão em aberto, pois, também, tinha abandonado o regime semi-aberto desaparecendo do Centro de Progressão Penitenciária de Franco da Rocha (SP).

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !