Mãe de 21 anos estupra, mata e passeia com corpo de filha de 5 meses em carrinho

Foto: Google Street View/Reprodução

O abuso sexual, conforme o boletim de ocorrência, teria ocorrido quando a jovem banhava a filha, ainda viva

Uma mãe de 21 anos foi presa em flagrante e autuada por ter matado, estuprado e passeado com o corpo da filha de 5 meses na noite dessa terça-feira (22) em Vila Bandeirante, Campo Grande, Mato Grosso do Sul. 

Ela responderá pelos crimes de homicídio doloso e estupro de vulnerável. O abuso sexual, conforme o boletim de ocorrência, teria ocorrido quando a jovem banhava a filha, ainda viva. 

A delegada responsável pelo inquérito, Fernanda Piovano, informou ao “G1” que um médico plantonista que trabalha na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vila Leblon estranhou a quietude da criança, notou o óbito e levou a bebê e a mãe para a instituição de saúde.

Lá, ele percebeu as lesões no corpo da criança, e acionou a polícia. 

Segundo a delegada Fernanda Piovano, responsável pelas investigações, foi um médico plantonista da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vila Leblon quem viu as lesões e acionou socorro. Ao investigar o caso, a polícia soube que a mulher saiu com a criança morta no carrinho e foi até a casa de uma amiga. 

"A mãe deu entrada por volta das 23h, mas, o óbito aconteceu bem antes, conforme os médicos que atenderam. Agora, o bebê vai passar por exame necroscópico", completou Fernanda. 

Uma amiga da suspeita prestou depoimento. As investigações iniciais dão conta de que, após matar a filha, a mãe foi até a casa da mulher, com os restos mortais da criança no carrinho de bebê.

A jovem confessou o crime, mas permaneceu calada quando as lesões encontradas na genitália da criança foram levantadas nos questionamentos. Ela tem outros dois filhos e não tinha antecedentes criminais. 

O caso foi atendido inicialmente pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) e será encaminhado para continuidade do inquérito na Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca). 

Fonte: O Tempo

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !