Leilão de itens aprendidos na operação Lava Jato arrecada R$ 528 mil

Foto; Reprodução

Quadros e vinhos foram vendidos, 22 peças não receberam ofertas

Lote com 4 vinhos apreendidos. Garrafas de Alma Viva (World Wine), 2010; Chyseia, 2008, e Vega Sicília Único, 2004, foram arrematadas por R$ 10.000reprodução

O leilão de itens aprendidos pela operação Lava Jato no Rio de Janeiro arrecadou R$ 528 mil na 2ª feira (31.mai.2021) com venda de relógios, vinhos e obras de arte. A maioria dos itens leiloados pertencia ao ex-presidente da Fecomércio Orlando Diniz.

O empresário havia sido preso em fevereiro de 2018 em operação que investiga desvio de dinheiro do Sistema S no Rio. Em junho do mesmo ano, foi solto por decisão do STF (Supremo Tribunal Federal).

O lance de maior valor foi ofertado ao quadro “Ouço vozes que se perderam nas veredas que encontrei”, da artista Beatriz Milhazes. A obra foi vendida por R$ 280 mil. O lance mínimo era de R$ 224 mil.

Quadro de Beatriz Milhares, 1986. Óleo sobre telareprodução

A escultura de uma mulher deitada, do artista Alfredo Ceschiatti, foi leiloada por R$ 96.000. E o quadro “Chocolate”, de Vik Muniz, por R$ 86.000. O lance mínimo do 1º item era de R$ 40.000, e do 2º, R$ 48.000.

Além das artes, relógios e vinhos receberam ofertas que variam de R$ 2.500 a R$ 43.000.

As peças que não foram arrematadas (22 das 30 ofertadas) irão a leilão em 11 de junho, no site Brame Leilões.

Relógio Vacheron Constantin Overseas Dual Time 47450

Fonte: Ponto Poder

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !