Já está na cadeia garota de 18 anos que matou jovem da mesma idade em Várzea Alegre

Inquérito Policial está em andamento na Delegacia de Polícia Civil de Várzea Alegre (Reprodução)

Ela foi presa cerca de três horas após o assassinato. O crime aconteceu na tarde de quarta-feira e obteve grande repercussão na cidade.

Já está na cadeia pública a garota de 18 anos acusada de coautoria no assassinato de um rapaz da mesma idade no município de Várzea Alegre motivado pelo enfrentamento de facções criminosas. Na manhã desta sexta-feira a Vara Única da Comarca de Várzea Alegre converteu a prisão em flagrante de Ana Letícia Silva Souza em preventiva “para garantia da ordem pública e da instrução processual penal”. Ela foi presa cerca de três horas após o assassinato de Carlos Henrique Sousa da Silva, o “Carlinhos”.

O crime aconteceu na tarde de quarta-feira e obteve grande repercussão em Várzea Alegre. Ana Letícia e um comparsa invadiram a casa da vítima e o assassinaram a tiros na Rua Irinéia Moisés da Silva (Bairro Alto do Tenente) naquele município. A garota reside na Rua Joaquim Sátiro (Bairro Varjota) e, pouco tempo após o crime, a polícia foi avisada sobre o seu paradeiro mais precisamente na casa da mãe do seu namorado identificado pelo apelido de “Negrinho Sabonete”.

Policiais militares foram lá e prenderam a jovem que confessou ter adentrado a casa da vítima dizendo que precisava de um carregador para o seu celular. Quando a irmã mais nova de “Carlinhos” abriu a porta, ela e o comparsa invadiram. Ana Letícia disse pertencer a facção criminosa GDE (Guardiões do Estado), enquanto “Carlinhos” era do Comando Vermelho. Segundo ela, a vítima e “Zói de Gato” estariam tramando contra a vida dos “irmãos da GDE”. Ana se negou a revelar o nome do seu comparsa.

Reportagem de Demontier Tenório/Agência Miséria

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !