Enquanto isso, Mauriti combate aglomeração e Jati promove comemoração

Foto: Divulgação

No dia 30, uma ação da Vigilância Sanitária, Demutran e Polícia Militar, encerrou festa clandestina; enquanto em Jati a Prefeitura promoveu comemoração com aglomeração

Em Mauriti, a crise política é agravada pela crise na saúde com o avanço do covod-19. Apesar da decretação de lockdown, as pessoas continuam desobedecendo ao decreto municipal. No domingo, dia 30 de maio, uma ação conjunta entre Vigilância Sanitária, Demutran e Polícia Militar, encerrou mais uma festa clandestina; desta vez no sítio de Pitombeira.

A equipe de Mauriti agiu depois de denúncia anônima e prendeu os organizadores da festa e deve indiciar os participantes por descumprimento aos decretos estadual e municipal. Apesar da sensação de impunidade que teima entre algumas pessoas da região, a fiscalização foi intensificada e as denúncias continuam chegando.

Em Jati, as aglomerações não precisam de denúncias e nem são fechadas por equipes de fiscalização; elas são oficiais e estão disponíveis para qualquer pessoa ver nas redes sociais da prefeita Monica Mariano. A última dessas aglomerações no dia 24. A prefeita aparece com, pelo menos, 14 pessoas em um café da manhã.

Em suas redes sociais, a prefeita Monica Mariano disse: “comecei o dia homenageando, os homens e mulheres que cuidam da nossa cidade”. Não que os garis não mereçam a homenagem, em plena pandemia promover a aglomeração foi, no mínimo, imprudente. Sobre a coleta do lixo, há muitas reclamações que ela é falha e que a cidade está suja. *Com informações do Jornalista Madson Vagner.

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !