Covid-19: Cariri registra queda na taxa de transmissão e no número de internações

Cariri avança na flexibilização das atividades a partir da próxima segunda-feira, 28 (Foto: FABIO LIMA)

Macrorregião vai funcionar, a partir da próxima semana, sob as mesmas regras de retomada econômica aplicadas nas demais regiões do Ceará

O Cariri vai funcionar, a partir da próxima semana, sob as mesmas regras de retomada econômica aplicadas nas demais regiões do Ceará, conforme anúncio feito pelo Governo do Estado nesta sexta-feira, 25. O avanço foi permitido devido à queda nos índices de Covid-19, como a taxa de positividade, a taxa de transmissão da Covid-19 e o número de internações em decorrência da doença.

Os dados que comprovam a queda dos índices foram apresentados pelo secretário da Saúde, Dr. Cabeto, que semanalmente faz uma apresentação dos números ligados à pandemia. Na ocasião, o líder da pasta apontou que a positividade dos exames para Covid-19 no Cariri caiu em torno de 20%. 

Além disso, a taxa de transmissão (Rt) do vírus, analisada entre o período que vai do dia 25/05 ao 14/06, aparece em 0,87. Esse mesmo número estava em 0,92 no balanço divulgado pelo secretário há duas semanas, com base em dados colhidos entre os dia 12/05 à 01/06.

O índice de transmissão mede a circulação do coronavírus e tem sido utilizado pelo Comitê de Saúde da Unidade Federativa para tomar decisões acerca do avanço do decreto estadual. Quando a taxa fica abaixo de 1, como visto no Cariri, especialistas consideram um sinal de que a pandemia está se estabilizando.

A macrorregião era a única do Ceará que ainda seguia sob modelo mais restritivo de isolamento social, porque apresentava aumento no número de casos de infecções da doença e de mortes em decorrência dela. Os índices crescentes preocupavam Governo, que restringiu as atividades na região.

Dados divulgados na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), mostram que o Cariri soma 22.352 óbitos pela doença e registra taxa de letalidade de 2.55%. Os índices foram levantados com base em informações colhidas até às 10h51min desta sexta.

Queda nas internações 

A média geral de ocupação das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) no Cariri, até às 15h02min desta sexta-feira, 25, era de 88,34%, com a ala destinada para tratamento de adultos registrando ocupação de 88.24%. Esses índices também tiveram uma queda, visto que a porcentagem era quase sempre registrada acima de 90%.

Por exemplo, no dia 8 deste mês a média de ocupação de equipamentos desses porte na região, voltados para atendimentos mais graves da doença, era de 95,95%. No mesmo período, a UTI adulto estava ocupada em 98,55%. Na época, a macrorregião vivia um momento crítico devido à segunda onda da doença.

A região tem ainda 22 pessoas aguardando na fila de espera por leitos específicos de tratamento a Covid-19, sendo quatro para UTI e 18 para enfermarias. No último dia 8, havia 75 pacientes na fila, 40 aguardando por uma vaga em UTI e 35 por uma vaga em enfermaria.

GABRIELA ALMEIDA/O POVO ONLINE

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !