TRE marca eleição suplementar em Missão Velha; mas TSE ainda vai analisar recurso

Foto: Reprodução

A eleição foi marcada para 1º de agosto com convenções entre 26 e 28 de junho. Caso a decisão do TSE seja favorável a Washington, as datas serão anuladas.

Depois de quase cinco meses do resultado das eleições de 2020, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) marcou eleições suplementares em Missão Velha. A decisão, publicada no dia 21, fala em consonância com resoluções do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas a defesa do candidato eleito Washington Fechine lembra da existência de um recurso, que deve ir a plenário nos próximos dias por decisão do ministro Edson Fachim.

A decisão do TRE é linear para casos semelhantes, como Pedra Branca. A eleição foi marcada para 1º de agosto com convenções entre 26 e 28 de junho. Caso a decisão do TSE seja favorável a Washington, as datas serão anuladas.

Caso o TSE julgue o recurso improcedente, os nomes do ex-prefeito Diego Feitosa e da presidente da Câmara e prefeita interina, Dona Nazinha, já são comentados na base aliada. Na oposição, o nome será do médico Rosemberg Macedo, o Dr. Lorim. Seja qual for a decisão, Washington continua confiante.

Com informações do jornalista Madson Vagner E-Política

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !