Milagres é o primeiro município do Cariri a iniciar terceira fase da vacinação contra a Covid-19

Legenda: De acordo com a Secretaria de Saúde de Milagres, o município recebeu 119 doses destinadas para esta terceira etapa, que corresponde a 75% do público com comorbidades - Foto: Secretaria de Saúde de Milagres/Divulgação

Aplicação da primeira remessa de doses deverá ser feita até sexta-feira (14). Enquanto isso, Crato e Juazeiro do Norte ainda estão concluindo a segunda etapa

O município de Milagres foi o primeiro na região do Cariri a iniciar a terceira fase da campanha de vacinação contra a Covid-19. O trabalho de aplicação das doses teve início na segunda-feira (10). Nesta etapa, estão sendo contempladas pessoas com deficiência permanente, comorbidades, grávidas e puérperas. Já as duas principais cidades do Sul do Estado, Juazeiro do Norte e Crato, ainda estão concluindo a segunda fase de imunização.  

Para avançar para a terceira fase, os municípios devem vacinar, pelo menos, 90% dos idosos entre 60 e 64 anos. No Cariri, apenas Milagres (95%) e Porteiras (117%) já ultrapassaram esta meta e podem avançar, segundo os últimos dados da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), do último domingo (09).  

O Diário do Nordeste entrou em contato com a Secretaria de Saúde de Porteiras, questionando se a campanha de vacinação avançou para a próxima etapa no seu Município, mas não houve retorno até a publicação.

De acordo com o secretário de Saúde de Milagres, Gean Karlo Feitosa, o município recebeu 119 doses destinadas para esta terceira etapa, que corresponde a 75% do público com comorbidades. Porém, adverte o gestor, este número pode subir à medida em que a população se cadastre na plataforma Saúde Digital. Até sexta-feira (14), ele projeta aplicar todas as unidades.  

“Já vacinamos 100% dos pacientes que fazem hemodiálise. Amanhã [quarta-feira], devemos concluir o restante das doses para as pessoas com comorbidades”, detalha o secretário. Hoje, Milagres só mantém no estoque as doses destinadas para gestantes e puérperas com comorbidades, aplicação que foi suspensa pela Anvisa. Ainda restam 14 pessoas com deficiência que devem ser contempladas até sexta-feira (14), já que parte mora na zona rural.  

VISITAS DOMICILIARES

As pessoas estão recebendo a vacina em visitas domiciliares, mas, no caso de comorbidades mais leves, o posto de saúde pode ser procurado. Neste momento, a grande preocupação do poder público de Milagres é motivar a população a se cadastrar. “Agentes de saúde estão, de casa em casa, ajudando as pessoas para realizar o cadastro”, explica Gean.  

Da segunda etapa, segundo a Secretaria de Saúde do Estado, ainda restam 48 idosos. Contudo, o número deve baixar. “Alguns ainda são resistentes e outros estão doentes. Mas até o fim desta semana devemos concluir”, projeta o secretário.  

CRATO DEVE AVANÇAR PARA 3ª FASE NESTA SEMANA 

Apesar de cumprir 66% da meta de vacinação entre idosos de 60 a 64, segundo os últimos dados da Sesa, a Secretaria de Saúde do Crato já projeta o início da terceira fase nesta semana, adiantou a titular da pasta, Marina Feitosa. A vacinação será iniciada com gestantes e puérperas com comorbidades comprovadas. Em seguida, serão contempladas pessoas com síndrome de Down, pacientes com doenças renais crônicas em terapia renal e pacientes com comorbidade, de 54 a 59 anos, “escalonadas por prioridade”, reforçou.  

Neste último caso, serão contemplados os moradores com cardiopatias, seguidos de pessoas com diabetes, obesidade, doenças cerebrovasculares, pneumonias graves, doenças renais crônicas não dialíticas, imunodeficiências e, por fim, deficientes permanentes que precisam estar cadastrados junto ao Benefício de Prestação Continuada (BPC). 

Em seguida, serão garantidas a imunização de gestante e puérperas sem comorbidades, pessoas com comorbidades de 18 a 54 anos e pessoas com deficiências permanentes não cadastradas no BPC. Inclui nesse grupo pessoas com ostomias respiratórias. “O modelo padrão de atestado está disponível no site da prefeitura, mas também nas nossas UBS. O mais importante é a responsabilidade do médico. Peço que as pessoas se organizem”, reforçou Feitosa.  

Em Juazeiro do Norte, a aplicação de vacinas para idosos de 60 a 64 anos chegou a 69%. “Devemos atingir 90% até próxima semana, aí vamos iniciar a terceira fase”, projeto a secretária de Saúde do Município, Francimones Rolim. Até iniciada a campanha, a gestora pede que os moradores que compõem o público desta próxima etapa se cadastrem no Saúde Digital. “Aqueles que não conseguirem esse tipo de acesso, terão auxílio no CRAS mais próximo. Importante levar seus dados e o cartão do SUS”, reforça.  

Escrito por Antônio Rodrigues/Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !