Jovem de 18 anos está desaparecido após ter sido levado como refém por assaltantes no Ceará

José Maycon Silva Freitas, de 18 anos, desapareceu após ser levado como refém durante a fuga do grupo armado que assaltou a casa que ele mora com a família, na zona rural da cidade de Ibaretama. — Foto: Arquivo pessoal

Bando invadiu casa, assaltou família e levou o jovem José Maycon Silva Freitas como refém na cidade de Ibaretama.

Um grupo armado invadiu uma casa, assaltou uma família e levou um adolescente como refém durante a fuga na zona rural da cidade de Ibaretama, no interior do Ceará, no fim da tarde desta segunda-feira (17). José Maycon Silva Freitas, de 18 anos, foi colocado pelos suspeitos em um veículo e, até a manhã desta terça-feira (18), ainda não foi localizado pela família.

Erramos: o G1 errou ao informar na publicação desta reportagem que José Maycon tinha 16 anos, como o irmão dele havia dito inicialmente. O jovem tem 18 anos. O erro foi corrigido às 11h13.

Conforme Israel Silva Freitas, 21 anos, irmão de José Maycon, quatro homens chegaram à casa em uma caminhonete Hilux de cor preta, se passando por policiais civis e informando que iriam apurar uma denúncia de tráfico de drogas. Na residência estavam os pais dos jovens, José Maycon, e duas crianças de 6 e 11 anos, que são primas dos rapazes.

"Quando entraram na casa eles anunciaram o assalto e pegaram uma quantia em dinheiro, três aparelhos celulares e antes de saírem disseram que iriam levar meu irmão, que estava deitado em um sofá. Minha mãe pediu para eles não fazerem nada com meu irmão e eles (suspeitos) disseram que iriam soltar ele no caminho", relata Israel.

Após a fuga, a Polícia Militar foi acionada pelas vítimas. Agentes da Força Tática, da PM e da Polícia Civil fizeram buscas na região durante à noite, mas José Maycon não foi localizado.

Segundo Israel, Maycon é o filho mais novo e é o único que ainda mora com os pais. O jovem é estudante e pratica capoeira em um projeto na comunidade onde mora.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) afirma que equipes da Delegacia Regional de Quixadá realizam buscas à procura de um grupo criminoso suspeito da prática de roubo com restrição de liberdade da vítima. "Mais informações serão divulgadas em momento oportuno para não atrapalhar as investigações", diz um trecho da nota.

A polícia ressalta que população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (88) 3445-1047, da Delegacia Regional de Quixadá. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Por G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !