Fábrica clandestina de armas é desativada e suspeitos são presos em Croatá

Foram apreendidas cinco armas de fogo artesanais e materiais que eram utilizados na confecção do armamento (Foto: Divulgação/SSPDS)

Uma fábrica clandestina de armas de fogo foi desativada durante operação da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE), no município de Croatá, a 343 quilômetros de Fortaleza. Dois homens suspeitos na fabricação e na comercialização das armas foram presos durante a ação. Além da captura dos suspeitos, foram apreendidas cinco armas de fogo artesanais e materiais que eram utilizados na confecção do armamento.

A operação foi realizada após uma denúncia de que uma oficina de motocicletas também fabricava e vendia armas artesanais. Ao chegar à oficina, um dos proprietários, identificado como Romário Ximenes Ribeiro, 30, foi encontrado com uma espingarda artesanal. O outro proprietário da oficina, identificado como José Talyson de Oliveira, 28, com antecedentes por roubo, foi encontrado em sua residência, onde foram encontrados materiais que seriam usados na fabricação das armas.

Ambos os suspeitos não reagiram e receberam voz de prisão, sendo conduzidos à Delegacia Regional de Tianguá, unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). Com eles, foram apreendidos um facão, dois recipientes com pólvora, quatro buchas de bala, dois ganchos de ferro, quatro canos de espingarda, cinco coronhas de espingarda tipo socadeira e outros materiais utilizados para a prática ilícita.

Durante os interrogatórios, os suspeitos confessaram que fabricavam e comercializavam armas de fogo na região. Eles foram autuados em flagrante pelo comércio ilegal de arma de fogo. O caso foi transferido para a Delegacia Municipal de Guaraciaba do Norte, que conduzirá as investigações com o objetivo de identificar outros suspeitos de participar do esquema ilícito.

Para auxiliar os trabalhos da Polícia Civil, a população pode contribuir repassando informações sobre crimes na região. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (88) 3652-2001, da Delegacia Municipal de Guaraciaba do Norte. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Fonte: O Povo

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !