Prazo para cadastro de vacinação contra Covid-19 no Ceará é prorrogado

Governo do Ceará estende prazo para realização de cadastro de vacinação — Foto: Prefeitura de Caucaia

Inicialmente, a data prevista para o fim das inscrições era 11 de abril.

Foi prorrogado o prazo para a realização do cadastro de vacinação contra a Covid-19 no Ceará. Segundo o Governo do Estado, ainda não há prazo determinado para o término da inscrição. A ferramenta para a realização de cadastro foi disponibilizada pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) no início de março. A data prevista inicialmente para o fim das inscrições era 11 de abril.

Pessoas a partir de 18 anos podem se cadastrar através da plataforma Saúde Digital e no aplicativo Ceará App. Entretanto, o plano de vacinação segue as recomendações de imunizar inicialmente os quatro primeiros grupos prioritários do programa nacional de imunização do Ministério da Saúde.

O Ceará avança nas fases 1 e 2 de vacinação, contemplando idosos a partir de 75 anos, profissionais da saúde de agentes da força de segurança que atuam na linha de frente no combate à pandemia. Idosos com idade inferior a 75 anos também estão sendo vacinados em ordem decrescente.

No Ceará, a imunização segue o calendário de cada cidade. Segundo a Sesa, caso a pessoa cadastrada não se encaixe na fase em vigência de vacinação, o cadastro ficará armazenado no banco de dados da plataforma.

Liberação de vacina russa

O governador do Ceará, Camilo Santana, disse nesta segunda-feira (12) que recorreu ao Supremo Tribunal Federal para que a Anvisa, órgão responsável por permitir ou não o uso de medicamentos e vacinas no Brasil, libere a aplicação da Spunitk V, imunizante contra a Covid-19 desenvolvido pela Rússia.

"Informo aos irmãos e irmãs cearenses que estamos entrando hoje com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para que a Anvisa, do Governo Federal, autorize a liberação ao nosso estado dos 5,87 milhões de doses da vacina Sputinik V adquiridas de forma direta pelo Governo do Ceará junto ao Fundo Soberano Russo, afirmou Camilo Santana.

Em comentário nas redes sociais, Camilo justificou que o produto tem eficácia comprovada e é utilizado em dezenas de países. (Leia mais abaixo sobre a eficácia da vacina.)

"Iremos a todas as instâncias possíveis para que as vacinas que adquirimos cheguem o mais rápido possível para imunizar nossa população", disse o governador.

Anvisa cita falta de dados

Na semana passada, a Anvisa solicitou dos nove estados do Nordeste sobre a proposta de compra da vacina russa.

A Anvisa recebeu parte dos documentos que faltavam para o processo de pedido de importação para uso emergencial da Sputnik V no dia 31 de março, mas informou que ainda havia pendências.

Na análise da documentação, a Anvisa verificou que o Certificado de Registro emitido pelo Ministério da Saúde da Rússia não veio acompanhado de relatório técnico, que ateste os aspectos de qualidade, segurança e eficácia da vacina que subsidiaram a decisão da autoridade estrangeira.

Por G1 CE

Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !