Lindão é preso pela PM suspeito de tentativa de homicídio em Juazeiro do Norte

Foto: Redes sociais

José Carlos Augusto Silva Costa, de 29 anos, apelidado por “Lindão” ou “Dão” é suspeito de junto com seu irmão de nome “Bolacha” de uma tentativa de homicídio a faca, em Juazeiro do Norte. A dupla não obteve êxito no seu intento assassino porque a vítima fingiu está morta.

Uma operação da Polícia Militar nessa segunda-feira (26) resultou na captura do servente José Carlos Augusto Silva Costa, de 29 anos, apelidado por “Lindão” ou “Dão”, residente Vila Três Marias, em Juazeiro do Norte investigado por participação em tentativa de homicídio.

Por volta das 16 horas, a equipe Alpha Caveira da Força Tática ao ser informada por agentes da subagência de inteligência do 2º BPM da localização de José Carlos no sítio Taquari e que contra o mesmo existia um mandado de prisão em aberto expedido pelo o juiz da primeira vara criminal de Juazeiro do Norte, com a tipificação penal no artigo 121, paragrafo segundo, incisos I e II combinado com 14, inciso I – natureza: tentativa de homicídio, os militares realizaram diligencias que culminaram com a prisão do procurado da justiça. O preso foi apresentado na Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte para os procedimentos cabíveis.

De acordo com as investigações, por volta das 21 horas do dia 13 de maio de 2015, José Carlos na companhia do irmão, Luiz Paulo Silva Costa, o “Bolacha” de 25 anos, residente no bairro Santa Teresa tentaram matar Luiz Crispim Nogueira, residente no bairro Romeirão, não obtendo êxito no seu intento assassino porque a vítima fingiu está morta. Luiz Crispim estava na Rua Santos Dumont, bairro Santa Teresa, quando sem qualquer discussão “Bolacha” se aproximou e passou a esfaqueá-lo.

A vítima ainda tentou se defender, toda via os golpes foram desferidos no seu pescoço e duas vezes no peito lado esquerdo, tendo ainda sofrido uma lesão superficial no braço. Empós as facadas, os acusados acreditando que Luiz Crispim estava morta fugiram.

Na época a PM fez diligências e efetuou prisão de “Bolacha” na casa dele que conversou o crime e entregou faca peixeira utilizada na tentativa de homicídio. Ainda de acordo com as investigações, José Carlos participou do ato criminoso emprestando a arma ao seu irmão para o cometimento da ação delituosa. A motivação para o crime teria sido um desentendimento ocorrido entre “Bolacha” e Luiz Crispim, diz a polícia.

Reportagem de Jota Lopes/Agência Cariri Ceará

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !