Com falta de CoronaVac, Juazeiro do Norte enfrentam problemas em aplicar segunda dose da vacina contra Covid-19

Idosos que buscaram segunda dose da vacina contra Covid-19 em Juazeiro do Norte, no Ceará, não receberam o imunizante. — Foto: TVM/Reprodução

Prefeituras esperam chegada de novos lotes para retomar e intensificar o processo de imunização.

A falta do imunizante CoronaVac nos estoques de municípios cearenses tem afetado a aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 para públicos como os idosos. Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza, e Juazeiro do Norte, no Cariri, são duas cidades que enfrentaram problemas com essa etapa da imunização nesta quarta-feira (28).

O problema acontece um dia depois de Magda Almeida, secretária Executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde do estado (Sesa), afirmar que o estado precisa focar na vacinação com segunda dose. Contudo, o próprio Ministério da Saúde afirmou a dificuldade no fornecimento da CoronaVac.

Idosos que buscaram a segunda dose da vacina contra Covid-19 em Horizonte tiveram de retornar para casa sem o imunizante, pois o governo municipal não possui doses da CoronaVac, de acordo com Lúcia Gondim Feitosa, secretária de saúde do município.

"Estávamos fazendo D2 [segunda dose] de CoronaVac, mas por falta de insumo, realmente a gente deu essa parada, enquanto chega do estado. Paramos pela falta. Algo que todo o Brasil está passando por essa situação”, explica Lúcia.

Ela revela que na última sexta-feira (23), o município recebeu apenas 170 doses de CoronaVac, que já foram aplicadas, mas Horizonte continua a vacinação com as segundas doses de Astrazeneca/Oxford em idosos acima de 75 anos e aqueles institucionalizados.

Situação em Juazeiro do Norte

Já em Juazeiro do Norte, no interior do estado, o problema com a segunda dose da vacinação também atingiu idosos nesta quarta. Contudo, a secretaria de Saúde do município não detalhou se a vacina Oxford/Astrazeneca também está em falta.

“Hoje nós fizemos a estratégia de liberar para os PSF [Programa Saúde da Família] todas as vacinações de 65 anos. Inclusive, algumas ainda estão vacinando com as agendas para amanhã [quinta-feira] e sexta-feira do público de 65 para cima. É um processo muito rápido, então 'rapidinho' acabou, mas porque a meta a ser trabalhada era essa”, explica Aline Alencar, coordenadora de imunização do município.

Ela ainda revela que outros fatores, como frascos sem a quantidade sugerida de doses, podem ter atrapalhado a vacinação em Juazeiro do Norte. “Nós precisamos receber cerca de três mil doses do Ministério da Saúde, que é justamente esse tempo que nós vamos ter de entender o atraso e ser revisto”, estipula a coordenadora.

A aplicação da segunda doses das vacinas, contudo, não interfere no processo de imunização contra o coronavírus, de acordo com Magda Almeida.

“Se você perdeu a imunização dentro do período estipulado, que é 28 dias para a CoronaVac e 90 dias para a Astrazeneca, não tem problema. Procure o Município e tome a segunda dose para que a gente complete a imunização do povo cearense”, tranquiliza Magda.

Por G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !