Caixa não pode impedir cliente de movimentar dinheiro, diz especialista sobre falhas no Caixa Tem

Legenda: A abertura da conta poupança digital para os beneficiários foi feita de forma automática e sem custos, ainda em 2020, para o pagamento da primeira remessa do auxílio emergencial - Foto: Agência Brasil

Thiago Fujita, presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB-CE, orienta clientes a fazer reclamação formal

Clientes da conta poupança digital da Caixa Econômica Federal enfrentaram dificuldades de realizar transações no internet banking, nesta terça-feira (6). 

Entre os motivos, o grande número de acessos devido ao pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial, aos nascidos em janeiro, que causou instabilidade no aplicativo Caixa Tem. 

Thiago Fujita, presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB-CE, alerta que o banco tem o dever de prestar o serviço normalizado aos clientes. 

“O banco, independentemente do número de acessos ou do período, é obrigado a manter o serviço funcionando, principalmente os digitais diante da pandemia. Ele não pode impedir o usuário a movimentar um dinheiro que é dele”. 

THIAGO FUJITA

Pres. Comissão de Defesa do Consumidor da OAB

A abertura da conta poupança digital para os beneficiários foi feita de forma automática e sem custos, ainda em 2020, para o pagamento da primeira remessa do auxílio emergencial.

Com o pagamento de benefícios pelo aplicativo Caixa Tem, os usuários podem realizar compras em supermercados, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual ou o QR Code. Além disso, também é possível realizar o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos pelo aplicativo. 

Por isso, Fujita explica que o consumidor precisa saber como realizar a reclamação quando não estiver conseguindo acessar o sistema. Inclusive, segundo ele, existe a possibilidade de aplicação de multa à Caixa, caso o problema não seja resolvido com agilidade.  

ORIENTAÇÕES PARA O CONSUMIDOR

O primeiro passo que o cliente deve realizar é tirar um print, (foto da tela) e anotar o horário em que tentou acessar o aplicativo ou site e não obteve resultado, orienta Fujita. 

Com isso em mãos, deve ser realizada a reclamação na Central de Atendimento da Caixa, através do número 0800 726 0101. 

“Essa atitude vai fazer com que o banco tenha noção do período em que houve a instabilidade. Se você tentar acessar 5 vezes, faça os 5 prints e anote os horários correspondentes para fazer a reclamação”, alerta. 

O advogado também ressalta a importância de fazer essa reivindicação para que o problema seja resolvido no menor prazo possível. 

“Muitas vezes os consumidores não registram as reclamações e acaba que o banco não fica ciente do tamanho dessas inconstâncias, não realiza melhorias e a situação se repete”, explica. 

Além disso, o consumidor também pode acessar o site da Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor (Senacon) que permite o contato direto entre consumidores e empresas. 

FILAS NO PRIMEIRO DIA DE PAGAMENTO DO AUXÍLIO

Ainda nesta terça-feira (6), foi registrado longas filas ao lado de fora das agências da Caixa em Fortaleza. Troca da senha do login do usuário, dificuldade em acessar o Caixa Tem e instabilidade no aplicativo foram alguns dos motivos relatados pelas pessoas que aguardavam o atendimento nas unidades.

As unidades no bairro Jacarecanga e da avenida João Pessoa, no bairro Parangaba, foram algumas das que registravam aglomeração nesta manhã. 

BOLSA FAMÍLIA

Já para os beneficiários do Bolsa Família, os pagamentos começam em 16 de abril e seguirão o calendário já estabelecido para o benefício. 

Para este público, os pagamentos serão feitos da mesma forma que é pago o Bolsa Família, através do Caixa Tem.

Veja o calendário para este público:



image host

Fonte: Diário do Nordeste


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

buttons=(Accept !) days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saber mais
Accept !